Restaurar é, na minha opinião,fazer com que uma peça qualquer ,seja um móvel, uma antiguidade ,ou um objeto de decoração readquira sua aparência original .Porém esta "aparência original" não significa que a peça em questão vá ficar com aspecto de nova,mas de inteira e bem conservada.As marcas que o tempo e o uso deixaram na peça devem ser preservadas para mostrar exatamente sua história dentro do contexto em que foi usada.
Mudar detalhes estéticos, deixa de ser restauração e tira a identidade da peça .

.

Se você precisar de informações ou dicas sobre o assunto ,envie um e-mail ,para que eu possa te orientar. As perguntas feitas na seção"comentários" às vezes se perdem na hora da resposta.

domingo, 28 de março de 2010

Maquina de costura




Já restaurei várias caixas de maquinas de costura e nunca postei nada sobre isso ,porque nem sempre me lembro de fotografar a peça quando chega e quando está pronta .
Acabo de restaurar mais uma e desta vez fotografei .
Esta maquina está na familia da esposa de um amigo a muitos anos .Era de sua avó ,passou para sua tia ,para sua mãe ,sua irmâ mais velha e agora chegou a ela .Era usada como peça de decoração ,mas descobriram que ela estava em perfeito funcionamento ,necessitando apenas de um pouco de lubrificação para funcionar .
A parte de madeira no entanto ,embora inteira ,estava num estado lastimavel ,com o verniz totalmente estragado,e alguns "machucados " na tampa e nas laterais .
A peça foi restaurada ,lixada e o acabamento foi feito com verniz fosco, pois a proprietária não gosta de móveis brilhantes .
Agora ,alem de renovada , a maquina está sendo usada na oficina de artesanato de sua dona, e segundo ela vai ser útil por muito tempo ainda .

quinta-feira, 25 de março de 2010

Ebanização


Um cliente me enviou umas fotos de uma antiga cômoda com cinco gavetas e me pediu um orçamento para fazer uma ebanização no móvel .Disse-me que uma amiga viu o móvel e lhe disse que ficaria ótimo ebanizado .Só que o cliente não fazia a menor idéia do que seja ebanização e pediu-me que lhe explicasse o que seria isto .
É uma coisa bem simples .É um processo para escurecer a madeira de um móvel para que esta se pareça com ébano ,uma madeira proveniente da África cuja cõr é bem escura , quase negra.
A tecnica para ebanização é a mesma usada para outras pinturas .
Primeiro você lixa muito bem o móvel, tomando o cuidado para que não fiquem resíduos da pintura ou verniz original,e depois tinge ou pinta com um produto que a escureça mas sem encobrir os veios originais da madeira .
O método usado para escurecer depende de cada um .
Muita gente usa extrato de nogueira diluído em água , um produto muito usado antigamente ,mas que não adere bem à madeira e com o tempo solta-se deixando o móvel com péssima aparencia .
É possível também usar Neutrol diluido em aguarrás ou gasolina .Este produto apresenta a vantagem de ser usado numa diluição bem alta o que facilita a secagem ,porem necessita de um verniz para dar acabamento,pois se limpar com um pano com qualquer solvente o trabalho ficará estragado .Mesmo depois de sêco o Neutrol ou produto similar se dissolve novamente .Alem disso para passar verniz por cima é muito difícil pois o verniz também dilui o Neutrol .
Para mim a melhor maneira de fazer ebanização é com esmalte sintético diluido em aguarrás .
Sempre uso este produto nos meus trabalhos ,pois tem a vantagem de não exigir mais uma mão de verniz para acabamento e não diluir depois da secagem .
Você pode usar esmalte sintético fosco se não quiser brilho ,ou brilhante caso queira .
A diluição varia de acordo com madeira na qual se fará a ebanização .Nas madeiras mais claras usa-se mais tinta e menos diluente e nas escuras o inverso.Não dá para indicar exatemente o quanto por cento vai de cada produto .Você deve experimentar em um pedaço de madeira parecido com a que vai receber a pintura para acertar a mistura adequada .Misture um pouco de tinta com o diluente e aplique na madeira .Se achar que ficou muito escuro ,ponha mais diluente.Se ficou claro demais adicione tinta ,mas sempre prestando atenção na proporção de um e outro , para depois fazer uma quantidade de tinta diluida que permita pintar o móvel todo .
Você pode ,para não errar ,fazer uma diluição maior e depois passar duas ou tres mãos ,até chegar no tom desejado.
Lembre-se: Ebanização não é pintar a peça de preto ,é escurecer de modo que apareçam os veios originais da madeira .Quanto mais veios tiver a madeira ,mais bonita será a ebanização.
Ponha a "mão na massa " e divirta-se .

domingo, 21 de março de 2010

Bolsa com detalhes em ouro


Uma leitora me solicitou orientação para restaurar detalhes em metal dourado de uma bolsa de couro.
Segundo ela os detalhes de metal estão corroidos e enferrujados,o que enfeia e desvaloriza a bolsa .
A solução para isso é relativamente simples :
Em primeiro lugar é necessário comprar uma lata de tinta dourada em spray.Esta tinta é apresentada em dois tipos ,dourado e cromeado e permite um acabamento igual ao original .Eu uso da marca Colorgin,encontrada em lojas de materiais de construção e lojas especializadas em tintas ,e cujo preço gira em torno de R$ 18,00 a lata .
Além da tinta é necessária a compra de uma folha de lixa d'agua número 400,fita crepe e tambem deve-se ter um pedaço de papel ou plastico para proteger as partes que não serão pintadas .

Em segundo lugar ,vamos trabalhar :
Pegue um pedaço de lixa d'agua número 400 ,molhe na torneira ou num recipiente com água ,e lixe até retirar toda a parte estragada do metal .Após o lixamento retire os resíduos de pó e limpe completamente as peças metálicas .A seguir pegue a fita crepe e contorne a parte a ser pintada para protege-la .Envolva o resto da bolsa com papel ou plástico deixando à vista somente os detalhes que receberão a tinta dourada.
Se você não tiver experiência com tinta spray ,aconselho a testar antes todo o processo em uma lata ou pedaço de metal qualquer .De uma mão de spray a uma distancia de 30 cm da peça e espere uns dez minutos ,pois a tinta seca rápido .Em seguida de uma segunda mão e pronto.Faça isso primeiramente como teste , e depois de ver o resultado aplique a tinta nas peças de metal da bolsa .Tome muito cuidado para não aplicar tinta em excesso pois a mesma poderá se acumular em um pedaço qualquer e escorrer.Caso isso aconteça , pegue um pedaço de pano embebido em aguarrás e limpe a tinta toda enquanto está úmida .A seguir aplique novamente a tinta e o trabalho ficará pronto Após a segunda mão ,deixe a tinta secar por umas seis horas para que fique bem firme .Não esqueça de ler as instruçoes do rótulo ,onde o fabricante indica o tempo exato de secagem do material .
Se por acaso a parte de couro da bolsa estiver sem brilho ,compre um vidrinho de silicone líquido e passe nela.O silicone limpa e dá um pouco de brilho no couro .Você pode também ir a uma sapataria de consertos e comprar um produto para hidratar couros.
Pronto , sua bolsa está nova ,agora é só leva-la para dar uma voltinha no shopping.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Restauração de cadeiras estofadas .

Um leitor que não quis se identificar me pediu orientações sobre como restaurar uma cadeira estofada com espuma .
Êle pretende renova-la usando um tecido listrado e enverniza-la
Bem , em primeiro lugar o ideal é consultar um tapeceiro e analisar se é muito caro fazer com um profissional ou fazer em casa.Às vezes saí caro fazer em casa pois se não temos experiência acabamos por desperdiçar muito material e muito tempo.
A parte de restauração da madeira eu já expliquei num post  mais velho que versava sobre esse assunto .É só dar uma espiadinha lá e pegar as instruções .
O estofamento  porém dá um certo trabalho .E preciso verificar se a espuma não precisa ser trocada,e se a base onde esta se  apoia  está firme .
Se tudo estiver bem é só arrancar o tecido original , colocar o novo ,prende-lo com grampos tendo o cuidado de estica-lo sempre e pronto .Para quem não tem experiência funciona na base de tentativa e erro .
Como não sou tapeceiro e já tive que refazer estofamentos de cadeiras muito estragadas costumo fazer o seguinte :Arranco a espuma ,arranco a base de tiras se estiver estragada , e faço uma nova base com madeira compensada .Recorto essa base para que se encaixe nos contornos do assento,colo a espuma por cima,com cola branca , e forro com o tecido novo.Tomo sempre o cuidado de fazer uma meia duzia de furos na base para que a espuma possa expelir o ar quando alguem se senta .Se você não fizer isso a cadeira não fica confortável .
Dá um certo trabalho mas você acaba conseguindo fazer todo o processo em casa.Nem sempre fica como se fosse feito por um profissional ,mas quebra o galho .
Normalmente as cadeiras tem umas travessas  de reforço ,e que também servem para encaixar essa base de madeira compensada ,que deve ter no máximo 50mm. de espessura .
Você deve aparafusar a base com a espuma e o tecido diretamente nas travessas.
Vire a cadeira de "cabeça" para baixo com a base encaixada , fure e aparafuse ,tomando o cuidado de usar parafusos do tamanho certo ,que atravessem a base e penetrem uns 70mm.na travessa .
Feito isso está pronta a cadeira .É so sentar e relaxar .

P.S. Se você achar que não está bem explicado me mande um e-mail que tentarei explicar melhor

quinta-feira, 18 de março de 2010

Abajur antigo


A tempos atrás postei a foto deste abajur centenário que havia restaurado .
Um cliente me perguntou como fiz para restaurar a tinta na cor certa se tive de lixar a peça toda ,deixando-a na madeira crua .
Na realidade não pude usar exatamente a côr original pois a mesma estava um pouco desbotada pelo tempo .Fiz então o seguinte : fotografei a peça por todos os ângulos antes de lixar ,e quando fui pintar carreguei umm pouco mais nos tons .
Fiz isso baseado em fotos que tinha em livros de arte e decoração onde aparecem abajures e outras peças da mesma epoca do que restaurei .Comparando as fotos que tirei com as dos livros ficou fácil chegar a uma cõr bem próxima da original.
O abajur foi restaurado mas manteve o aspecto de antigo e usado.
Sempre que pego uma peça para restaurar faço fotos para ter referência da côr original e depois fotografo o processo todo exatamente para documentar o trabalho e também ter material para postar neste blog.
Às vezes as fotos não ficam boas ,por isso algums trabalhos não são postados e outros só tem uma foto da peça finalizada .
A máquina fotográfica é um excelente "ajudante " do restaurador ,pois permite que a imagem original da peça seja preservada.Ela também é uma ferramenta importante para o meu trabalho.Mas tem de ser um maquina digital ,para que se possa enviar fotos para clientes e vice versa através de e-mail .Temos de usar os recursos tecnológicos atuais para auxiliar uma atividade eminentemente artesanal .
È só por hoje .

domingo, 14 de março de 2010

Pintar vasos


Uma senhora me consultou hoje sobre como pintar um vaso de barro.
Ela tem um vaso grande e feio ,e quer dar uma cara nova para o mesmo .
Bem , isso é muito simples , basta lixar o vaso todinho , até não ter nenhum resíduo de tinta ou sujeira.Após o lixamento que deve ser feito com lixa para madeira número 60 ( para desbaste ) , passe uma lixa mais fina ,120 ou 180 para deixar a superfície mais lisa .
Feito isso ,limpe com um trapo umedecido em àgua para tirar o pó que fica após o lixamento.
Estando limpo é só pintar .
Você pode escolher entre dois tipos de tinta :o latex ( que eu uso ) e o esmalte sintético ,pois os dois tipos aderem bem ao barro devido a sua alta porosidade .
A peça pode aceitar outros tipos de tinta ,mas recomendo essas que são faceis de trabalhar e mostram o resultado rapidamente .Além disso são faceis de serem encontradas em depositos de material de construção ou casas especializadas em tinta .
Se você preferir latex , precisa dar uma mão de verniz após a secagem.Pode ser o mesmo verniz que se usa para madeira para que a tinta não descasque e fique protegida .Se o vaso se destina a uso dentro da casa pode ser usado o verniz fosco
,mas se for para o jardim é melhor usar verniz brilhante que é mais resistente .
Com o esmalte sintético isto não é necessário ,pois este material é muito resistente a chuva e sol
Se por acaso sua vontade é de fazer desenhos ,arabescos ou usar estencil , eu recomendo a aplicação de latex pois é um produto bem fácil de se trabalhar e apresenta o resultado imediatamente graças a sua rápida secagem
Se você tiver paciência e criatividade poderá fazer trabalhos muito bonitos em vasos de barro.
Caso não goste do resultado do trabalho , não fique triste .Lixe e recomece ate´ficar de seu agrado .Com latex é mais facil fazer isso pois ele solta com mais facilidade Não passe o latex puro ,dilua sempre com vinte ou trinta por cento de água se for tinta de qualidade .Com as tintas inferiores aplique como vem na lata .
O esmalte sintetico tambem deve ser diluido de dez a vinte por cento com aguarrás .
Lembre-se sempre que cada tinta tem seu preço devido à sua qualidade .Portanto,é melhor gastar um pouquinho a mais com uma tinta melhor e ter um trabalho com um acabamento mais perfeito e duradouro.
Se tiver dúvidas me ligue ou mande um e-mail.

sábado, 6 de março de 2010

Trabalho não executado


Pode parecer estranho postar sobre um trabalho que não foi executado .
Às vezes porém temos diante de nós coisas que não podemos mudar e trabalhos que não podem e não devem ser feitos .
Uma cliente me passou via e-mail as fotos desta cúpula de abajur danificada.Algum objeto bateu nela e afundou uma parte .
É um trabalho até fácil de fazer ,porem o mais comum em cúpulas de abajures é que sejam feita de um papel especial ,grosso e resistente cujo nome não me lembro no momento.Esta cúpula porém foi feita com papel encerado ,e este material é extremamente frágil .Como ocorreu um grande amassanento na lateral que chegou a quebrar as fibras do material , se torna impossível fazer a restauração de modo que fique como era antes .a parte em que as fibras quebraram vai ficar com uma mancha feia , o que inviabiliza o uso desta cúpula .Então optei por indicar uma loja especializada à cliente para que pudesse comprar uma nóva cúpula .
É chato não poder atender um cliente ,mas pior seria se eu tivesse pego o serviço e executado de modo que ficasse "meia boca " .Nesta área de trabalho ou se faz a coisa bem feita , ou é melhor não fazer ,pois um cliente satisfeito trara outro cliente .Porem um cliente que foi mal atendido , que recebeu um serviço de má qualidade ,não somente jamais voltar´como também jamais irá recomendar o profissional para outra pessoa .
E o melhor meio de divulgação deste tipo de trabalho é o testemunho de clientes satisfeitos .