Restaurar é, na minha opinião,fazer com que uma peça qualquer ,seja um móvel, uma antiguidade ,ou um objeto de decoração readquira sua aparência original .Porém esta "aparência original" não significa que a peça em questão vá ficar com aspecto de nova,mas de inteira e bem conservada.As marcas que o tempo e o uso deixaram na peça devem ser preservadas para mostrar exatamente sua história dentro do contexto em que foi usada.
Mudar detalhes estéticos, deixa de ser restauração e tira a identidade da peça .

.

Se você precisar de informações ou dicas sobre o assunto ,envie um e-mail ,para que eu possa te orientar. As perguntas feitas na seção"comentários" às vezes se perdem na hora da resposta.

sábado, 30 de outubro de 2010

Mudança de côr

Vejam os veios desta madeira como são bonitos
De Dom Moleiro


Esta cristaleira , feita na Indonésia, era para ser inicialmente ebanizada ,para combinar com os outros móveis da sala de estar de seu proprietário.
Porém ela foi feita de uma madeira um pouco escura e de fibras muito fortes que não permitem tingimento .A madeira não absorve a tinta ,e, portanto foi decidido aplicar tinta preta fosca .O acabamento foi feito com duas demãos de verniz fosco ,pois a tinta fosca é fragil ,e quando passamos a mão sobre a superfície alguns pigmentos se soltam formando manchas .
É como se pintássemos uma parede com cal virgem .



O resultado ficou bastante agradável ,pois o móvel tem um design ótimo
De Dom Moleiro

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Sobre ebanização

De Dom Moleiro




Ebanizar móveis antigos ou contemporâneos me parece ser uma tendencia em decoração .
Neste ano já fiz diversas vezes este tipo de trabalho,mas algumas vezes não consegui o resultado almejado pelo cliente .O conceito básico é que escurece-se uma madeira até ela ficar parecida com ébano ,madeira africana quase preta na qual somente alguns veios são mais claros .
Descobri depois de muitas tentativas e alguns fracassos que nem toda madeira aceita a ebanização .
Nas madeiras claras ,como o pinho e outras ,é facil fazer este tipo de tingimento .Porém nas madeiras consideradas mais nobres ,como jacarandá ,imbuia e outras que são escuras ,não dá para fazer .
Existem também madeiras claras ,como o "pinus elliot",bastante usado em móveis que ,por não terem veios aparentes não servem para ebanização .
As madeiras claras ,segundo me informou um amigo marceneiro , tem suas fibras mais "abertas" ,permitindo a fixação da tinta aplicada com facilidade .As madeiras escuras possuem fibras mais "fechadas " e não absorvem o tingimento .Quando se aplica uma certa quantidade de tinta , ficam parcialmente pretas mas ,os veios principais ficam marrons .Então a alternativa é tingir totalmente de preto .
Tive dois exemplos disso neste mês : uma cama feita em pinus que não teve jeito de deixar com veios ,dadas as características da madeira , e uma cristaleira vinda da Indonésia ,feita de uma madeira lindíssima ,que não absorveu tinta de forma alguma .
Tive de deixar as duas peças completamente pretas ,não teve outro jeito.
Ou seja , determinadas madeiras não podem ser ebanizadas ,mas tem de ser pintadas simplesmente .Antes de se pensar em fazer ebanização ,deve-se pesquisar para ver se é possivel executar o serviço, pois este efeito mostrado na foto da direita ,nem sempre pode ser obtido .

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Nova moradora em minha casa

De Dom Moleiro

Esta fêmea de Sabiá,resolveu fazer seu ninho na minha pitangueira .A pitangueira está carregada e não posso pegar as frutas pois ela fica brava pensando que vou pegar seus ovos .Mas quando está fora do ninho se aproxima sem medo para pegar cascas de pão e pedaços de frutas .Ás vezes chega até a porta da oficina para tomar água num recipiente que deixo para os pássaros tomarem banho e beberem .
Tirei esta foto sem o menor problema ,pois não mexi na árvore .Ela só fica brava quando mexo nos galhos .

Branco total

De Dom Moleiro
De Dom Moleiro


Este aparador foi pintado a pedido de seu proprietário ,que compôs um novo ambiente no quarto de hóspedes .
A madeira ,muito bonita, é cerejeira ,e eu até questionei se era necessário pintá-lo.
Mas depois de pronto ficou muito bonito totalmente branco .Ha tempos atrás eu não faria este serviço ,mas tenho uma amiga muito querida , restauradora também,e louca por branco que me convenceu que esta côr cabe em todo tipo de peça .
Gostei do resultado por isso estou mostrando para vocês .

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Minha oficina /bancada de trabalho

De Dom Moleiro

Um leitor do blog me pediu para mostrar a oficina onde faço minhas restaurações .Êle quer saber se é muito grande ,quantas ferramentas eu possuo ,como organizo etc.
Bem ,em primeiro lugar não consigo organizar muito as coisas pois quando estou trabalhando não dá tempo para isso . Para mostrar onde trabalho , a parte mais interessante é minha bancada de trabalho ,que como vocês podem ver acima ,estava uma bagunça no dia em que fiz essa foto .Além da bancada o resto não tem a menor graça ,pois é um pequeno salão que ora está cheio quando trabalho ,ora fica vazio quando entrego o serviço
Prometo que qualquer dia faço mais fotos e mostro a oficina toda .

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Conserto de porta de armário


Uma leitora do blog me pediu por e-mail, orientação para consertar a parte inferior das portas de um armário embutido.As portas estavam lascadas e faltando alguns pedaços ,e ela tinha pressa em fazer o conserto .Respondi por e-mail dando algumas instruções ,mas resolvi também, transformar o assunto em uma postagem

Consertar isso é facil ,mas tem de ter um pouco de paciência . Vá a uma loja de tintas ou materiais de construção e compre uma embalagem pequena de massa F12 , uma latinha de verniz, um tubo pequeno de cola para madeira,e um folha de lixa para madeira número 100. Pegue uma espátula ou uma faca e levante as bordas da madeira que está descolada e aplique por baixo um pouco de cola
Aperte um pouco para que a cola faça a lamina de madeira aderir .Espere umas duas horas para a cola secar e aplique a massa com a espátula , cobrindo todos os lugares onde a lamina está descascada ou faltando pedaços .Aplique como se estivesse fazendo cobertura em um bolo de chocolate ,mas com cuidado para que não forme excessos de massa . Depois de uma ou duas horas a massa estará seca .Lixe devagar ,tentando igualar a parte que tem massa com o resto da madeira .Quando terminar essa etapa ,passe o verniz utilizando uma trouxinha de pano conhecida também como boneca. O verniz só secará em doze horas .Após a secagem do verniz ,se você achar que não está bom passe uma segunda demão .
Pronto , está renovado o guarda roupa .

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Acabamento para madeira pintada com latex



Um leitor me pediu orientação para dar um acabamento melhor em uma peça de madeira pintada com latex ,Não me disse que tipo de móvel ou qual sua cor .
Mas isso na realidade não importa,pois para darmos acabamento desse tipo só tem uma solução que eu saiba .Possivelmente existem outras opções mas não as conheço
Uso somente verniz em qualquer peça na qual foi aplicada tinta latex ou tinta acrílica.
Como faço muitos trabalhos em pátina ,uso latex fosco para dar acabamento mais aveludado no móvel .
Existem dois tipos de verniz que costumo usar .Um é o verniz solúvel em água ,que dizem ser especial para pátinas e o outro é o verniz comum soluvel em thinner ou agua-ráz.
O verniz solúvel em água é muito mais fácil de trabalhar que o outro ,porém tem uma característica que atrapalha um pouco seu uso.Se pintarmos um móvel com este material náo podemos mexer com as mãos ou apoiar os braços por muito tempo porque a gordura do corpo deteriora este material e o mesmo começa a se dissolver ,deixando o móvel com um aspecto feio .
Fiz pátina num jogo de poltronas nas quais o local de apoio dos braços era de madeira e recebeu pátina com acabamento em verniz solúvel em água .Depois de uns meses o acabamento começou a ficar melado e a se desfazer .A cliente me chamou e mostrou-me o estado lastimável de suas poltronas .Tive de refazer o trabalho e depois de quebrar a cabeça e fazer muitas perguntas a diversos profissionais descobri que este verniz se deteriorava comforme citei acima .Fiz então o acabamento com verniz comum ,e os móveis estão inalterados a mais de tres anos .
Isto não significa que este tipo de verniz é ruim ,mas que tem uma pequena limitação para seu uso .Após estas poltronas usei o verniz solúvel em água em diversos móveis e nunca tive problemas .
Além da facilidade para lavar pincéis e outros materias usados no trabalho, o verniz solúvel em água também pode ser diluído facilitando a aplicação .
Para móveis que vão ficar expostos ao clima ,como os usados em piscinas,recomendo o uso de verniz comum brilhante (solúvel c/ agua-raz),pois os vernizes foscos não suportam calor e umidade por muito tempo .
Acho que é isso, se quiserem mais informações mandem um e-mail ou telefonem que atenderei prontamente .