Restaurar é, na minha opinião,fazer com que uma peça qualquer ,seja um móvel, uma antiguidade ,ou um objeto de decoração readquira sua aparência original .Porém esta "aparência original" não significa que a peça em questão vá ficar com aspecto de nova,mas de inteira e bem conservada.As marcas que o tempo e o uso deixaram na peça devem ser preservadas para mostrar exatamente sua história dentro do contexto em que foi usada.
Mudar detalhes estéticos, deixa de ser restauração e tira a identidade da peça .

.

Se você precisar de informações ou dicas sobre o assunto ,envie um e-mail ,para que eu possa te orientar. As perguntas feitas na seção"comentários" às vezes se perdem na hora da resposta.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Conhecendo novos produtos


A gente aprende todo dia .Sempre aparecem novidades .
Conheci esta semana uma linha de produtos que estava buscando e não sabia que existia .
O atendente de uma loja onde compro alguns materiais para pintura e restauração, me mostrou três produtos de uma empresa chamada BYO CLEANER que me chamaram bastante a atenção .Comprei, testei e gostei .São êles a Água Ráz Ecologica , o Thinner Ecológico , e o Tira Tinta .
O THINNER é recomendado para limpeza ,e funciona muito bem ,mas não deve ser usado em diluições ,pois não é feito para isso .Usei para limpar um criado mudo antigo ,e as gavetas de uma máquina de costura .O resultado foi ótimo ,saiu todo o verniz antigo com facilidade, o que é normal num Thinner .Este porém tem um diferencial ,pois é formulado para não agredir o meio ambiente e quase não tem cheiro .Dá para trabalhar sem máscara e em ambiente fechado ,que não irrita o nariz nem arde os olhos .E tem ainda a vantagem de se diluir na água .Para a limpeza após a aplicação bastou passar uma escova umedecida e tudo ficou limpo .Gostei .
A ÁGUA RÁZ ECOLÓGICA também tem cheiro suave e é bastante economica para diluição .Dá para diluir verniz ou tinta utilizando metade da porção necessária quando uso água ráz de outras marcas .
Normalmente quando diluo tinta ou verniz com água ráz ,a "passada"de pincel se torna meio áspera ,e com esse produto ficou bem macia .Nem pareceu que estava diluida pois o pincel escorregava pela madeira com muita facilidade .
Mas o produto que mais me chamou a atenção foi o TIRA TINTA .É um gel para limpar tintas e vernizes como o STRIPITISI que uso habitualmente , e sobre o qual já falei várias vezes no blog .Um excelente produto ,mas que necessita de cuidados para proteger a pele e os olhos .
Este TIRA TINTA é um gel incolor quase sem cheiro que age retirando tintas e vernizes endurecidos ,mas que não irrita a pele nem as vistas .Eu passei o produto nas costas da mão para testar e não senti absolutamente nada .Nem sequer uma vermelhidão apareceu .Primeiro coloquei um pingo ,depois passei o pincel com bastante produto e nada .Foi exatamente como o rapaz da loja me disse .
Existe porém mais uma diferença com relação ao STRIPITISI : Este age muito rápido ,formando bolhas em um ou dois minutos ,e ai já dá para passar uma espátula e retirar a tinta .O TIRA TINTA age mais lentamente ,sendo necessário esperar uns quinze ou vinte minutos para raspar .Porém quando você raspa sai tudo de uma vez e com o STRIPITISI é necessario retirar camada por camada pra limpar uma peça de madeira, sendo necessário passar o produto diversas vezes para obter a limpeza desejada .Como o STRIPITISI , esse TIRA TINTA também se dissolve em água .
Entrei no site da BYO CLEANER e descobri que a empresa tem uma linha enorme de produtos para pintura e artesanato ,coisas que não me interessam ,mas que de qualquer modo acabei conhecendo .
Este produtos encontram-se atualmente à venda em todas as lojas da rêde Leroy Merlin e lojas voltadas para artesanato.
Como eu estava a tempos procurando produtos menos agressivos fiquei satisfeito com o resultado obtido por estes e agora vou em busca de vernizes e tintas que também sejam ecológicos .

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ana Elise

Ana Elise ,para restaurar o tampo de sua cõmoda basta dar uma boa lixada com uma lixa n° 60 ,para tirar toda tinta antiga , depois passar lixa n° 180 e envernizar .
Duas demãos de verniz diluído a 20% em água ráz são suficientes

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Corrigindo frestas na madeira


Um leitor , ou leitora do blog ,que não deixou nenhuma forma de comunicação e nem se identificou, me perguntou o que fazer para cobrir as frestas que ficam no tampo de uma cômoda ,mais precisamente na junção do tampo com o restante do móvel .
Não vi o móvel ,mas de qualquer forma é bem simples solucionar o problema .
Basta aplicar massa para madeira F12 em toda a extensão da fresta e depois lixar para tirar o excesso .Deve-se comprar a massa na côr da madeira caso a cômoda vá ser envernizada .Porém , se as frestas forem muito grandes e decorrentes de deformação do tampo, é necessário recorrer a um marceneiro para que este possa fazer a correção com equipamento adequado .

domingo, 9 de outubro de 2011

Redescobrindo o óbvio



Sempre que recebo uma máquina de costura antiga para restaurar , meu primeiro cuidado é com a limpeza do corpo da mesma, pois tenho de tirar sujeira acumulada ao longo de anos sem destruir os decalques originais ,pois esse material não é mais produzido atualmente .
Já teve uma peça que tive de limpar com Thinner ,de tanta sujeira acumulada ,e que estava extremamente difícil de sair .
Recebi ontem de um amigo que negocia com móveis antigos uma Singer de 1.930 e decidi restaura-la a partir daquele momento.
Comecei então a maratona : água ráz ,massa de polir, álcool,thinner diluido ,e nada.
Parei então para pensar e eis que chegou a inspiração divina : que tal tentar sabão em pedra ?
Garanto que nunca pensei nesse produto para este tipo de trabalho.
Aí peguei uma escova de dentes macia , uma vasilha com água, um pano úmido, e um pedação de sabão.É óbvio,sabão limpa sujeira grossa ,gordura humana e até resíduos de óleo
Comecei molhando a escova ,passando no sabão , e esfregando na peça .
Maravilha ! Demorou mas saiu um bocado de sujeira .
Redescobri o óbvio e aprendi mais uma lição .Foi um dia lucrativo .
Talvez as fotos não mostrem tanto o resultado ,mas garanto para vocês que ficou bem melhor do que estava.


Estava assim antes


Ficou assim depois


Antes


Depois


Antes


Depois


domingo, 2 de outubro de 2011

Mesinha antiga

Esta antiga mesa de canto tem uns noventa anos ,segundo sua proprietária .


Apesar do tempo não estava muito estragada ,mantendo inclusive o brilho do verniz original .


Os poucos danos sofridos com o uso foram facilmente restaurados .


A idéia era restaurar mas deixando a madeira como original ,sem brilho algum.


Para mudar sua aparência antiga foi totalmente lixada .


Após o trabalho ficou com este aspecto.


A madeira ficou quase sem brilho para que se pudesse ver seus veios e suas cores.



Foram aplicadas duas demãos de verniz fosco ,sendo que na segunda demão foi adicionado um pouco de verniz acetinado


Ficou com uma aparência mais rústica e mais natural .