Restaurar é, na minha opinião,fazer com que uma peça qualquer ,seja um móvel, uma antiguidade ,ou um objeto de decoração readquira sua aparência original .Porém esta "aparência original" não significa que a peça em questão vá ficar com aspecto de nova,mas de inteira e bem conservada.As marcas que o tempo e o uso deixaram na peça devem ser preservadas para mostrar exatamente sua história dentro do contexto em que foi usada.
Mudar detalhes estéticos, deixa de ser restauração e tira a identidade da peça .

.

Se você precisar de informações ou dicas sobre o assunto ,envie um e-mail ,para que eu possa te orientar. As perguntas feitas na seção"comentários" às vezes se perdem na hora da resposta.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Mistura proibida




Um leitor do blog me enviou um e-mail mostrando uma situação e pedindo orientação.
Ele fez uma pátina provençal numa mesa, com esmalte sintético branco ,e quando foi aplicar verniz para proteger as partes que foram lixadas a peça ficou amarelada.
Foi então à procura de uma verniz que não tivesse nenhum tipo de filtro solar e que não amarelasse o branco
Recomendaram que usasse verniz automotivo, que não altera de forma alguma a cor da tinta onde é aplicado.
Ele foi feliz para casa e aplicou o produto, porém teve uma surpresa bem desagradável ,pois a tinta se estragou completamente,
apareceram bolhas e manchas na superfície .
O que aconteceu ? E porque? . Esta foi a sua dúvida .
É muito simples ,houve uma reação química .
O esmalte sintético comum é um produto solúvel em água ráz ,mas o verniz automotivo é solúvel em Thinner .
Como o Thinner é um produto muito forte ,usado para diluição e limpeza ,ele destruiu o esmalte sintético,porque essa é uma das suas funções .
Este tipo de verniz só pode ser aplicado sobre tinta também automotiva ,porque esta é diluível com Thinner ,havendo então uma compatibilidade entre os dois produtos .
Não conheço nenhum verniz que não amarele a tinta branca .Mesmo os vernizes a base de água deixam um leve tom amarelado no branco.
Para se fazer qualquer pintura em madeira ou outro material na qual seja necessária a aplicação de verniz ,a solução é usar tinta automotiva juntamente com verniz automotivo.
A tinta automotiva também é um esmalte sintético ,porém com outra formulação, que possíbilita sua diluição com Thinner.
Não experimentei ainda pintar com tintas a base de água .Talvez este produto possa receber melhor a aplicação do verniz a base de água sem amarelar.Quando testar o produto mostrarei para vocês o resultado.
A foto que ilustra esta postagem é do Atelier Mello's

34 comentários:

  1. Olá Amauri,

    tenho usado cera incolor para proteger minhas pinturas brancas! Mas mesmo ela pode amarelar um pouco a pintura branca. Por mim, tudo bem, pq ajuda parecer o "estilo envelhecido" da pátina (tipo, q o desgaste se deu naturalmente e não na base da lixa, hehehe). Mas vou anotar mais esta dica.

    Tinta esmalte a base de água usamos na parte interna da casa, na forração dupla das paredes onde foi usado o lambri. Mas percebi que a cobertura dela é fraca. Precisa de muitas demãos e ela tem um aspecto emborrachado qdo seca (tipo a batida de pedra), um pouco difícil pra lixar sem arrancar tudo. Mas farei mais testes!

    Bjs e ótima semana!

    Luiza Mallmann
    decorarsustentavel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi gente! Vou dar uma pitada aqui...já experimentaram verniz cristal, usado em pintura de telas?

      Excluir
  2. OLÁ DOM!!EU TRABALHO MUITO COM VERNIZ PARA MADEIRA, O INCOLOR, E REALMENTE QUANDO É PASSADO POR CIMA DA TINTA BRANCA,ELE FICA AMARELADO E NÃO SE CONSEGUE, COMO DISSE,UM VERNIZ QUE NÃO AMARELE O BRANCO,MUITO BOA A DICA!!
    ABRAÇO!!
    ÓTIMA SEMANA!!
    FIQUE COM DEUS!!!

    ResponderExcluir
  3. oi, não trabalho pintando móveis, trabalho com artesanato infantil em mdf. Uso tinta látex PVA (solúvel em água) nas minhas pinturas e finalizo com verniz automotivo, e vejo que o branco permanece branco. Possivelmente pra móveis o uso desse tipo de tinta seja um pouco pobre, mas talvez em alguns caso seja válido experimentar, fica a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana. Obrigado pela dica .
      Não tenho usado verniz automotivo nestes móveis em pátina provençal porque para deixá-lo fosco tem de adicionar um fosqueante ,e nem sempre consigo acertar a mistura para deixar o móvel levemente acetinado .

      Amauri

      Excluir
  4. oi Amauri e Suzana,

    Estamos restaurando as janelas de casa e estamos pensando em usar tinta latex seguida de verniz automobilístico. Pergunta: existe fosco? Este fosqueante realmente deixa sem nenhum brilho?
    Obrigada.
    Att
    Rachel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rachel.
      O fosqueante é uma massa que se mistura ao verniz automotivo ,e que pode deixá-lo ,desde acetinado até completamente fosco.
      É uma questão de dosagem .Fiz recentemente pátina provençal em um cômoda , com latéx e acabamento em verniz automotivo fosqueado, e ficou excelente .Porém , quando fosqueia você enfraquece um pouco o produto, sendo conveniente aplicar três demãos do mesmo .

      Excluir
  5. Olá! Moro em Brasília e gostaria de pintar alguns móveis de MDF. Pensei na tinta epóxi, que parece bem resistente. Para a aplicação será necessário lixar? E a técnica que utiliza o primer "batida de pedra" antes, para dispensar o lixamento, será ela compatível com a tinta epóxi? Agradeço se puder dar dicas quanto à pintura desses móveis comuns, MDF MDP. Obrigada,
    Daniela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode usar esmalte sintético à base d'água ou solvente, não tem necessidade de ser tinta epóxi, ela costuma ser usada somente em cozinhas e banheiros e é beeeem mais cara.

      Excluir
    2. Desculpe, acabo de ver que já havia sido respondido

      Excluir
  6. Oi Daniela .
    É possível que a tinta epóxi "cole " no MDF .Nunca fiz essa experiência ,não sei o resultado ,mas sempre é necessário lixar para que a superfície absorva melhor a tinta .Já pintei MDF com latéx ,aplicando verniz por cima ,e também com esmalte sintético.Ambas as tintas ficaram bem no MDF. Quanto ao "batida de pedra " , é um produto bastante usado por pessoas que fazem artesanato. Nunca usei e nunca vou usar , portanto não posso te dar qualquer informação sobre o produto.Só trabalho com produtos que me trazem bom resultado e nos quais posso confiar .Se precisar de mais informações entre em contato pelo e-mail : dom.moleiro@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tenho uma dúvida que talvez você possa me ajudar.

    Gostaria de fazer o "processo inverso" numa peça de madeira branca (no caso, é um instrumento musical). Ele é branco e eu gostaria de ENVELHECER o verniz dele, tornando-o amarelado, com a aparência de velho.

    Você saberia me dizer se, só de deixar o instrumento recebendo raios solares, eu conseguiria este efeito? Existe algum material que eu poderia passar nele para acelerar o processo?

    Agradeço a ajuda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rapha.
      Se puser seu instrumento no sol ele vai amarelar ,mas a madeira certamente vai rachar e você perderá a peça.
      O ideal é dar uma lixada em toda a peça com uma lixa n° 400 , e retirar apenas a casca superior da tinta aplicada.
      A seguir aplique duas demãos de verniz comum ,que tem filtro solar , e irá amarelar a tinta .Caso não fique no tom que deseja ,compre um tingidor de verniz a adicione ao mesmo em pequenas quantidades ,e vá testando num pedaço pequeno, até atingir o tom desejado.

      Excluir
  8. pintei um móvel com tinta esmalte acetinado a base de aguarrás agora quero proteger a peça posso passar cera incolor? porque não quero usar verniz

    ResponderExcluir
  9. Olá Moleiro
    Tenho cadeiras pintadas com tinta esmalte. Estavam horríveis, lixei bem, limpei para retirar o pó e apliquei tinta esmalte a base de água da suvinil, ficou um tempão para secar e em algumas partes ficou grudenta.De branca ficou preta,pois grudava,tudo e se esfregasse saia como plastico.
    Lixei tudo de novo, e mandei fazer a tinta novamente suvinil , não teve jeito, grudou menos , esperei secar 20 dias, más continuou
    saindo raspava com a unha (em algumas partes) desisti das cadeiras...más tenho vontade de trazer de volta pra minha cozinha ,o que fazer???será que estou fazendo alguma coisa errada???
    Sonia

    ResponderExcluir
  10. Oi Sonia .
    Também já tive diversas surpresas desagradáveis com tintas e vernizes a base de água .Dos vernizes já desisti de uma vez ,pois não secam de jeito nenhum,mas estou usando a tinta Metalatex ECO da Sherwin Williams e estou gostando. Ela dá boa cobertura e seca rápido .Você terá de lixar de novo para arrancar essa tinta e aplicar tinta nova .Só isso. Se precisar de mais informações entre em contato pelo e-mail dom.moleiro@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde!
    Ontem pintei dois móveis de madeira com tinta acrílica para artesanato branco fosco, queria saber o que posso fazer para que eles não amarelem, e não juntem poeira nas marcas do pincel (deixei com um efeito rústico), há algum verniz ou cera que possa usar para proteger a tinta sem perder esse efeito?
    Agradeço desde já!

    ResponderExcluir
  12. Boa noite Steffany.
    Para esse tipo de trabalho utilizo verniz automotivo Lazzudur a base de poliéster , de secagem rápida ( cod. 7502)
    Ele é brilhante por ser feito para acabamento de pintura de automóveis ,mas pode ser misturado a um fosqueante e você consegue o brilho que quiser, até totalmente fosco.Este produto pode ser utilizado em cima de tinta acrílica , latéx.e esmalte a base de água. Nunca sobre esmalte sintético ,pois a base química é diferente e dá bolhas .Duas demãos aplicadas são suficientes para proteger a peça .

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Dom...
    Pintei umas cadeiras de madeira com esmalte sintético a base de solvente...Escolhi o acabamento acetinado e não gostei do resultado final. Faltou brilho. Então resolvi lixar bem e desta vez passar o esmalte automotivo...ainda não o fiz...neste caso é 100 porcento certeza que encherá de bolhas né? não há um produto intermediário que eu possa neutralizar esse processo pra finalmente passar o automotivo? Ou será que realmente terei que remover toda a tinta lixando pra só assim passar o automotivo??

    Att
    nelma

    ResponderExcluir
  14. Max Bricio

    Pintei alguns moveis de madeira com esmalte sintético da coral, posso passar vernis altomotivo por cima do esmalte para dar mais durabilidade? O esmalte sintético da coral é de pouca resistência ,descasca fácil. Não quero perder a pintura. qual verniz posso usar neste caso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Max .
      Você só pode aplicar verniz automotivo sobre tinta automotiva ou sobre latex .Se aplicar sobre o esmalte sintético comum haverá uma reação química criando bolhas na pintura ,pois o esmalte é a base de agua ráz ,e o verniz a base de thinner .Eles não combinam .
      O ideal é ir numa casa de tintas e comprar um verniz que tenha pouco filtro solar para que não amarele sua tinta ,e aplicar duas demãos . Sempre diluindo com 20% de água raz .

      Excluir
  15. Bom dia camarada trabalho com restauração de antiguidades, tem sim tinta branca q não amarela... É a tinta automotiva acrílica que hj em dia não sei encontra no mercado! Graças a Deus fiz um belo estoque delas. Abs.

    ResponderExcluir
  16. Oi. Tenho uma máquina de costura que ganhei de minha vó. É da década de 1950 e ainda funciona, mas está faltando o carretel da canoinha. Será que ainda existe para vender?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cleusa .
      É bem difícil encontrar essa canoinha ,mas não impossível .
      Experimente o " mercadolivre.com " ou o "E-Bay" . São sites de venda onde encontra-se praticamente de tudo .
      Outro caminho é procurar por uma máquina igual num ferro velho .

      Excluir
  17. Olá Dom, posso pintar em cima da batida de pedra com esmalte a base de água?
    A tinta vai pegar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, pois o batida de pedra também é a base d'gua.

      Excluir
  18. Olá Dom
    Posso usar tinta esmalte a base de água em cima da batida de pedra?

    ResponderExcluir
  19. Infelizmente não posso lhe ajudar Andrea. Nunca utilizei o batida de pedra ,e não sei como reage .O esmalte à base de água tem um "cola" excepcional ,e é possível que combine bem com este produto. Você terá de fazer um teste para ver se funciona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde! O esmalte a base de água é o mais indicado para pintar sobre a batida de pedra.

      Excluir
  20. Boa tarde, tenho uma cama linda antiga, ela está com verniz, como remoto esse verniz pois quero pinta.la de branco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvanete .
      Tem dois caminhos para fazer este serviço. Ou você lixa tudo fazendo um bocado de força ,ou utiliza um removedor de tintas .
      Eu utilizo sempre o Stripitisi ,da Montana Química ,que funciona muito bem . Mas tem de usar luvas pois ele é muito forte. Leia as instruções da embalagem antes de começar o trabalho.

      Excluir
  21. Gente.pintei peças em mdf com a tinta acrílica, posso usar tinta laca por cima, ou apenas verniz automotivo. Sou zero em pinturas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaqueline .
      Só dá para aplicar o verniz automotivo . Se aplicar laca vai "arrepiar " tudo e o seu trabalho estará perdido.

      Excluir
  22. olá, na verdade a reação foi causada pelo tipo quimico de cada tinta.
    o verniz automotivo geralmente é POLIURETANO. por isso a reação, o esmalte sintetico também é solúvel em thinner.

    abs

    ResponderExcluir

Obrigado por sua atenção .Espero que tenha gostado do blog .Se você precisar de informações , dicas ou orçamento de trabalho,envie um e-mail para : dom.moleiro@gmail.com , que prontamente te responderei .