Restaurar é, na minha opinião,fazer com que uma peça qualquer ,seja um móvel, uma antiguidade ,ou um objeto de decoração readquira sua aparência original .Porém esta "aparência original" não significa que a peça em questão vá ficar com aspecto de nova,mas de inteira e bem conservada.As marcas que o tempo e o uso deixaram na peça devem ser preservadas para mostrar exatamente sua história dentro do contexto em que foi usada.
Mudar detalhes estéticos, deixa de ser restauração e tira a identidade da peça .

.

Se você precisar de informações ou dicas sobre o assunto ,envie um e-mail ,para que eu possa te orientar. As perguntas feitas na seção"comentários" às vezes se perdem na hora da resposta.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Moedor de café Peugeot

Este antigo moedor de café foi fabricado no final do século 19 por uma empresa chamada "Frères Peugeot" ,que na época fazia também outros utensílios domésticos .Fizeram também ,bicicletas em 1.882 ,e ,em 1.889 construiram seus primeiros automóveis .E continuam até hoje com suas fábricas .Dizem , talvez seja lenda , que a empresa dava garantia vitalícia para esses moedores , e que até hoje tem peças de reposição para os mesmos .
Este que restaurei está na família do meu cliente a três gerações

Onde está esta mancha amarelada faltava um pedaço da peça ,que é de ferro fundido ,e por algum acidente teve esta parte quebrada .Como não daria para soldar um pedaço de ferro, resolvi colocar um pedaço de madeira recortada para preencher este espaço ,e completar novamente a peça .


Aqui vemos as engrenagens desmontadas .Depois de cento e vinte e poucos anos ,os dentes estão perfeitos e moendo com a mesma facilidade de quando a peça foi produzida .

Nesta parte se coloca o grão do café ,que é moído no fundo e cai na gavetinha que existe embaixo .

Aqui temos a peça com a parte de cima retirada ,aparecendo o interior da gavetinha que recolhe o pó.

A pintura foi feita exatamente na cor original da peça .


E aqui está o moedor ,pronto para mais alguns séculos de trabalho.

14 comentários:

  1. Olá Amauri,
    Estou impressionado com a forma utilizada para restaurar a peça - combinar madeira com ferro fundido não é para qualquer um. A perfeição do corte da madeira em relação ao pedaço quebrado me impressionou mais ainda. Restou, porém, algumas dúvidas: Que tipo de adesivo foi utilizado? Qual a madeira que substitui a parte danificada? O contraste entre as matérias primas distintas ficaram visíveis? De qualquer forma a peça é magnífica (uma relíquia), e ainda funcionando. Demais...
    Sem sombra de dúvidas um dos mais belos restauros que veio do seu talento.
    Um forte abraço,
    Osvaldo Ururahy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Oswaldo.
      Na realidade o processo é muito fácil . Primeiro desenhei na madeira a parte a ser cortada utilizando o próprio corpo da peça .Apliquei por dentro uma fina placa de alumínio em toda a lateral ,para colar a madeira nela e utilizei cola de contato para juntar tudo .As eventuais falhas no encaixe foram preenchidas com Durepoxi amolecido com água ,para facilitar o manuseio .Depois foi só lixar e pintar .
      Na junção da madeira com o ferro nota-se alguma coisa mas a tinta não deixa perceber exatamente o que é .Puro ilusionismo ,rsrsrs.Utilizei um pedaço de compensado de três milímetros para fazer o trabalho.
      O cliente gostou muito do resultado ,pois o moedor foi de seu avô paterno .
      Abraços

      Excluir
  2. Olá, ficou otimo seu trabalho!!
    tenho um moedor desse porem é o numero 1, esta faltando a tampa frontal do moedor, saberia me dizer onde é possivel encontrar uma?

    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro,essa peça pelo que sei é bem difícil.
      Mas dizem que a Peugeot tem até hoje ,na França, peças para esses produtos ,pois a empresa antes de ser uma grande fabricante de automóveis, começou sua existência fabricando esses moedores .
      E por um motivo mais histórico que comercial essas peças continuam a ser produzidas .Pode ser uma lenda ,mas também pode ser verdade ,afinal europeus pensam bem diferente de brasileiros ,e valorizam muito aquilo que têm e fazem.
      Tente entrar no site da Peugeot francesa e veja o que dá .
      Boa sorte .

      Amauri

      Excluir
  3. Amauri, boa noite. Tenho um moedor de café bem parecido com este que você restaurou. Sendo que está faltando uma peça de ferro que une a alavanca a engranagem da haste principal.. bem o que gostaria de saber é se você também fabrica peças faltantes. Outra pergunta seria qual o custo de uma restauração em média? pode informar..? mesmo que não tenha que fabricar a peça ...
    por exemplo esta restauração que vc fez pode falar quanto foi aproximadademente?

    Mauricio RJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maurício.
      Eu não fabrico nada , apenas restauro.Não possuo equipamentos para fabricação de peças de metal .
      Por este moedor de cafe eu cobrei R$ 250,00.
      Amauri

      Excluir
  4. tenho um desses nº 01 está mais ou menos em boas condições, precisando de uma restauração também, sabe algo mais sobre esses artefatos, gostaria de saber em que ano foi fabricado. obrigada.janete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Janete e Claudio .
      O que sei sobre essa peça é o que postei ,pois não fiz uma pesquisa muito profunda .É possível que no site francês da Peugeot se encontrem informações mais detalhadas . O moedor foi fabricado, provavelmente entre 1.890 e 1.900.

      Excluir
  5. tenho um desses nº 01 está mais ou menos em boas condições, gostaria de saber em que ano foi feito pois no sit não especifica a data certa. O meu está precisando de uma boa restauração. obrigado claudio.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, onde achou essas noticias sobre essa peça tão antiga? Entre elas a cor original do moedor! Fiquei interessado nisso, a peça é linda e estou atrás de um moedor desses... Abraço e o seu trabalho é digno de muitos elogios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João boa tarde .
      É fácil achar a cor certa .É a junção de meu conhecimento pessoal sobre antiguidades ,mais a observação da cor que estava na peça .
      Obviamente a tinta sujou e manchou com os anos ,mas lixando com calma dá para ver na camada de baixo o tom original .
      As informações sobre o histórico da peça consegui procurando pela internet .O " tio" Google sempre tem respostas para as minhas dúvidas .
      Abraço.

      Excluir
  7. Restauração de muito bom gosto, respeitando inclusive o "blu Peugeout" original e difícil de encontrar. A tinta de fábrica não devia ser muito boa porque só se encontra esses moedores sem vestígios da cor original. Você foi muito cuidadoso e respeitou a peça. A fundição de ferro fundido em peças delicadas é possível, mas seria necessário recortar um bloco de ferro de alguma outra coisa, trabalhar no formato e fazer a solda. A solda em si é simples, mas o trabalho anterior não. Creio que a madeira foi uma solução bem lógica.

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho um desse ,quanto deve custar ele está bem conservado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses moedores Peugeot são os melhores que se pode encontrar . Seu preço , em bom estao varia de R$ 800,00 até R$ 1.200,00 .

      Excluir

Obrigado por sua atenção .Espero que tenha gostado do blog .Se você precisar de informações , dicas ou orçamento de trabalho,envie um e-mail para : dom.moleiro@gmail.com , que prontamente te responderei .