Restaurar é, na minha opinião,fazer com que uma peça qualquer ,seja um móvel, uma antiguidade ,ou um objeto de decoração readquira sua aparência original .Porém esta "aparência original" não significa que a peça em questão vá ficar com aspecto de nova,mas de inteira e bem conservada.As marcas que o tempo e o uso deixaram na peça devem ser preservadas para mostrar exatamente sua história dentro do contexto em que foi usada.
Mudar detalhes estéticos, deixa de ser restauração e tira a identidade da peça .

.

Se você precisar de informações ou dicas sobre o assunto ,envie um e-mail ,para que eu possa te orientar. As perguntas feitas na seção"comentários" às vezes se perdem na hora da resposta.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Baú azul



Este antigo baú veio de Minas Gerais , de uma cidade do interior . Viajou de primeira classe ,dentro de uma caixa que sua proprietária mandou confeccionar especialmente para enviá-lo a São Paulo onde tenho minha oficina .
Estava bastante deteriorado ,e deu bastante trabalho para deixá-lo em bom estado novamente .
,
Em algumas partes a cobertura ,feita de um material especial que parece papelão ,estava totalmente destruída .Foi preciso arrancar toda a traseira e uma lateral e colocar material novo.As alças de couro para carregar o baú também não existiam mais.

Toda a ferragem estava oxidada ,e foi necessário lixar tudo ,aplicar um anti oxidante e pintar com uma mistura de Colorgin ouro ( em latinhas ) e preto, para chegar num bronze quase marrom .As travas e a fechadura estavam com defeito ,e uma das travas não tinha mais o gancho para travar.

O fundo foi totalmente destruído .Possivelmente a peça ficou em algum local onde havia muita água ,pois a madeira estava se desfazendo.
O papel de forração também estava completamente destruído , restando apenas alguns pedaços .

O fundo foi refeito com uma placa de MDF de 18 milímetros de espessura ,e foi reforçado por baixo com uma espécie de moldura feita com ripas .Como não encontrei nenhum papel parecido com o original tive de aplicar um liso .

Esta trava teve seu gancho refeito .Toda a ferragem foi pintada da mesma cor .

Como dá para perceber , este pedaço de ferragem faltante não foi encontrado e optei em deixar como estava .Infelizmente certos materiais de móveis e peças antigas não existem mais ou são extremamente difíceis de se encontrar

Depois de pronto ele ficou com esse aspecto .Porém ficaram faltando as alças .Não encontrei um artesão de couro que se dispusesse a fazê-las ,e tive de deixar sem elas .Nem sempre consigo fazer a restauração como quero ,mas creio que de qualquer modo o baú ficou de "cara" nova.

12 comentários:

  1. Olá Dom.
    nada como ultrapassar fronteiras e ter nosso trabalho reconhecido.
    Quanto às alças: Você tentou junto a estofadores que trabalham com forração de couro para sofás e afins?
    Normalmente esses profissionais estão aptos à confeccionar esse tipo de alça.
    De qualquer maneira seu trabalho me agradou. A peça se tornou bastante apreciável e provavelmente irá enriquecer qualquer ambiente.
    Parabéns.
    Osvaldo Ururahy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Osvaldo.
      Esse negócio de procurar fornecedores acaba sendo limitado pela verba disponível ,e pelo tempo.
      Não dá para ficar procurando quem faça o serviço e obviamente gastando dinheiro para isso por muito tempo.Temos de entregar o serviço feito dentro do orçamento estimado.Vou dar um exemplo grotesco disso. Conheço um excelente profissional que trabalha com couro muito bem e poderia me atender .Mas ele mora no Recife ,tornando difícil e caro o processo todo .Em certos momentos deixo de lado o perfeccionismo a favor da praticidade .Senão , não atendo o cliente e não ganho dinheiro.É uma situação difícil de resolver .

      Excluir
    2. Olá Dom,
      Estarei sempre atento as suas dicas e soluções práticas.
      Agradeço por estar sempre disponível a me apresentá-las.
      Sei, ainda, que será sempre compreenderá com esse aprendiz empolgado
      e ansioso por ajudar.
      Um forte abraço do amigo,
      Osvaldo Ururahy

      Excluir
  2. Olá Dom,
    No último comentário acima quis dizer: Sei, ainda, que compreenderá esse aprendiz empolgado e ansioso por ajudar.
    Desculpe pela falha,
    Osvaldo Ururahy

    ResponderExcluir
  3. Oi menino... tô em falta contigo, faz tempo q não apareço. Adorei o baú. Azul é minha cor preferida, hehehe... O baú é lindo e é triste não conseguir repor as peças faltantes, né? E se fizesse as alças em madeira? Será que iria destoar muito? Ou mesmo alças de ferro, pra seguir o padrão de ferragens? De qualquer forma, adorei o resultado!!!

    Obrigada pelo carinho lá no blog! Excelente semana pra vc!

    Luiza Mallmann

    ResponderExcluir
  4. Olá! Parabéns pelo trabalho!
    Estou procurando alguém que restaure uma mala antiga aqui em Recife. Você poderia me passar o contato do seu conhecido especialista em couro?
    Desde já agradeço.
    Gabriela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela .
      Não conheço ninguém em Recife que possa indicar para restaurar sua mala .O profissional especialista em couro que conheço, é de São Paulo ,mas atualmente está em Florença , Itália ,fazendo um curso ,e sódeverá retornar em junho.

      Excluir
    2. Ah, que pena. Eu tinha entendido que conhecia alguém daqui pelo que li acima. Mas muito obrigada pela resposta. Parabéns, mais uma vez, pelos trabalhos!
      Gabriela

      Excluir
  5. Mais um que adorei ver. Parabéns!!! Isso é Talento. Um Dom.

    ResponderExcluir
  6. Tenho um bau antigo como posso entrar em contato direto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre em contato pelo e-mail : dom.moleiro@gmail.com
      Ou pelos telefones : (11)2306-0193 e (11)99382-8923

      Excluir

Obrigado por sua atenção .Espero que tenha gostado do blog .Se você precisar de informações , dicas ou orçamento de trabalho,envie um e-mail para : dom.moleiro@gmail.com , que prontamente te responderei .