Restaurar é, na minha opinião,fazer com que uma peça qualquer ,seja um móvel, uma antiguidade ,ou um objeto de decoração readquira sua aparência original .Porém esta "aparência original" não significa que a peça em questão vá ficar com aspecto de nova,mas de inteira e bem conservada.As marcas que o tempo e o uso deixaram na peça devem ser preservadas para mostrar exatamente sua história dentro do contexto em que foi usada.
Mudar detalhes estéticos, deixa de ser restauração e tira a identidade da peça .

.

Se você precisar de informações ou dicas sobre o assunto ,envie um e-mail ,para que eu possa te orientar. As perguntas feitas na seção"comentários" às vezes se perdem na hora da resposta.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Baú vermelho


Este velho baú atravessou o Atlântico no porão de um navio a vapor ,a mais de cem anos, carregando as roupas e as esperanças de uma família portuguesa ,que mudou-se para cá em busca de uma vida melhor .
Por ter sido muito bem feito ,aguentou firme o tempo e o uso por algumas gerações da família , até chegar em minhas mãos no estado em que mostra a foto .
Envelhecido ,mas inteiro.

O fundo já estava quase desmontando , sendo necessário aplicar uma nova folha de madeira por baixo ,e refazer o revestimento .

As fechaduras laterais se perderam ao longo dos anos, permanecendo apenas a central , que foi limpa e pintada.

Sua pintura original foi refeita ,e suas pequenas flores foram novamente pintadas . Porém em menor quantidade que originalmente .

As flores foram feitas com uma lamina de metal perfurada ,na qual a tinta foi aplicada de acordo com as as cores originais .

A fechadura central e as laminas de metal que reforçam a peça foram pintadas num tom que imita ferrugem .

Foram colocadas rodinhas de silicone por baixo para facilitar o uso . E o baú ficou pronto para enfrentar os próximos cem anos.